Taça de XCO entra na fase decisiva



Taça de XCO entra na fase decisiva

Marrazes, no concelho de Leiria, recebe, no próximo domingo a terceira e penúltima prova da Taça de Portugal de Cross Country Olímpico (XCO), uma corrida pontuável também para o ranking internacional. No mesmo fim de semana, o GP Azores junta equipas continentais e de clube numa prova por etapas exclusivamente para sub-23. Encontro Inter-Regional de Estrada, sábado, na Quinta do Conde.

O XCO Internacional de Marrazes, a disputar na pista de BTT da Aldeia do Desporto daquela freguesia leiriense, é uma corrida C2 UCI e vai contar com mais de 400 participantes. Depois de um sábado dedicado a treinos e procedimentos administrativos, a competição acontece no domingo.

Logo às 9h00 entram em liça os masters masculinos e os paraciclistas. Às 10h45 competem os juniores masculinos e todas as categorias femininas exceto as cadetes. Estas, tal como os cadetes masculinos, iniciam a prova às 13h00. A corrida masculina de elite e sub-23 está marcada para as 14h45.

À entrada para a segunda metade da Taça de Portugal, Marrazes determinará se, na categoria de elite, irá manter-se o domínio de Mário Costa (Axpo/FirstBike Team/Vila do Conde) e de Raquel Queirós (Guilhabreu BTT). Estes corredores impuseram-se nas etapas anteriores e terão como objetivo manter a hegemonia, cabendo aos rivais tentar inverter a tendência para deixar o ranking final mais longe da definição.

Na estrada o centro das atenções está colocado na ilha de São Miguel, onde irá disputar-se, entre sábado e segunda-feira, o GP Azores - Volta a São Miguel. É uma prova em três etapas, exclusivamente dedicada a corredores sub-23. Vão participar 14 equipas, destacando-se as continentais LA Alumínios-LA Sport e Kelly-Simoldes-UDO, às quais se juntam as nove formações de clube portuguesas, dois blocos amadores espanhóis e o conjunto açoriano Fontinhas Ativa/Promotora.

Todas as etapas iniciam-se no Estádio de S. Miguel. A primeira, no sábado, arranca às 12h00 (hora local) e levará os corredores para uma viagem de 106 quilómetros, que terminará, cerca das 15h00, na Ponta do Sossego, no Nordeste, depois de ultrapassados três prémios de montanha, o último, de primeira categoria, a 15 quilómetros da chegada.

A segunda etapa, no domingo, é a mais extensa da competição, iniciando-se às 12h00, e terminando depois das 15h30, na Ribeira Grande. O itinerário de 140,9 quilómetros inclui três prémios de montanha. O mais exigente, de primeira categoria, está colocado ao quilómetro 106.

A derradeira tirada, na segunda-feira, feriado açoriano, é a mais curta, mas a mais intensa em termos montanhosos. O pelotão sai do Estádio São Miguel, às 11h00, vai pedalar ao longo de 99 quilómetros para terminar a competição no Pico da Barrosa, Lagoa do Fogo, cerca das 14h00. O périplo tem cinco subidas pontuáveis para a classificação dos trepadores, a última, de primeira categoria, coincidente com a meta. A montanha final tem 10,2 quilómetros, com uma inclinação média de 7,6 por cento.

As escolas de ciclismo da zona Centro/Sul terão o primeiro Encontro Inter-Regional da época 2021 no próximo sábado, na Quinta do Conde, Sesimbra. Será um encontro da vertente de estada, com início às 14h00, e participação de mais de 200 crianças.

Mais eventos oficiais
23 de maio: 11.º DHI da Penha, Guimarães

 

2021-05-19 - 11:56:07

 


 

Voltar