Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Competição
Provas e Classificações 2019
Rankings 2018
Rankings 2019
Informação
Notícias
Arquivo de Notícias
Atleta
Equipas
Currículo do Atleta
Actas de Corrida
Centros de BTT
Loja Online
Loja Online
Visualizar
Album
BTT
 
Domínio forasteiro em S. Brás de Alportel
BTT
Prova internacional de downhill (DHI) coroou, em elite, o espanhol Ángel Suarez (The Yt Mob) e a britânica Tahnée Seagrave (Transition Bikes/FMD Factory Racing), os favoritos por serem os participantes mais bem posicionados no ranking mundial.

Pelo segundo ano consecutivo o espanhol Ángel Suarez (The Yt Mob) e a britânica Tahnée Seagrave (Transition Bikes/FMD Factory Racing) triunfaram na abertura da Taça de Portugal de DHI. O sucesso repetido na abertura do Troféu foi desta vez conseguido na localidade algarvia de S.Brás de Alportel.

Na descida de qualificação da competição inscrita no calendário internacional, o galego Ángel Suarez (26.º do ranking mundial) não entrou nos primeiros dez classificados. Na final Suarez somou o melhor registo de toda a competição, com 2'35''467, antecipando em mais de um segundo o tempo de do vice-campeão nacional da especialidade, José Borges (Miranda Factory Team), segundo classificado, com 2'36''512. O britânico Jack Reading (One Vision Global Racing), 91.º do ranking mundial, foi o mais rápido na descida de qualificação, mas acabou a prova inaugural do troféu no terceiro lugar, com o cronómetro a estancar nos 2'37''145. O vencedor em título da Taça de Portugal, o campeão nacional Emanuel Pombo (Ciclo Madeira Clube Desportivo), não foi além do nono lugar final, com o registo de 2'40''235.

Entre a elite feminina, a britânica Tahnée Seagrave (Transition Bikes/ FMD Factory Racing) voltou a impor-se na primeira prova oficial da época portuguesa de DHI. A corredora britânica, número dois do ranking mundial, impôs a esperada hegemonia (2'57''914) antecipando em mais de dois segundos o registo da segunda classificada, a alemã Veronika Widmann (Bike Club Egna Neumarkt), que gastou 3'00''355. Margarida Bandeira (Montanha Clube / LouzanPark) posicionou-se no terceiro lugar da elite feminina, com o registo 3'27''423. A classificação final da três primeira classificadas repetiu o alinhamento anteriormente conseguido aquando da descida de qualificação.

Na ronda de S.Brás de Alportel, que atribuiu os primeiros pontos da Taça de Portugal de DHI, outros vencedores foram consagrados. A prova de juniores masculinos teve um vencedor nacional. Gonçalo Bandeira (Miranda Factory Team) impôs-se tangencialmente - 2'42''114 contra 2'42''835 - sobre Jamie Edmondson (Transition Bikes / Muc-off Factory Racing), o mais rápido na qualificação. O terceiro lugar final foi pertença de Orion Kichmayer (LAESPORT), com o tempo de 2'47''368.

Nos cadetes, o mais rápido em S.Brás de Alportel foi Nuno Reis (Maiatos) com o registo de 2’50’’684. O pódio desta categoria foi preenchido com mais um corredor britânico, Dennis Luffman (Transition / FMD Factory Racing), segundo classificado. O terceiro lugar coube a Mario Ruiz (Miranda Bike CC).

Nas restante categorias, Daniel Pombo (Ciclo Madeira Clube Desportivo) venceu nos Masters 30, José Sousa (Casa do Povo de Abrunheira) foi o mais rápido nos Masters 40 e Antero Oliveira (Bike House DH Team/Guimarães) levou a melhor entre os Masters 50. A prova de promoção foi conquistada por Leonel Henrique (Wildpack Algarve Racing).

A segunda prova da Taça de Portugal de DHI decorre a 17 de Março em Porto de Mós.

Classificação Completa: Clique Aqui
2019-02-24 - 20:20:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Eventos
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais