Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2019
Ass. Internacionais
Informação
Notícias
Arquivo de Notícias
Equipas
Currículo do Atleta
Loja Online
Loja Online
Trilhos e Natureza
Comissão Trilhos e Natureza
Ciclismo para Todos
 
Parlamento debate “direito a pedalar em segurança”
Ciclismo para Todos
A petição popular “Pelo Direito a Pedalar em Segurança”, cujo primeiro subscritor é o ciclista olímpico David Rosa, será debatida pela Assembleia da República, durante a sessão plenária que se inicia às 10h00 desta sexta-feira, 1 de fevereiro.

O documento, que reuniu mais de dez mil assinaturas, foi lançado em janeiro de 2016 e entregue na Assembleia da República um ano depois, sendo agora apreciado pelos deputados. Apesar de lançado há três anos, o texto mantém-se atual.

Os signatários da petição instam o Governo e demais entidades competentes "a fiscalizar com mais intensidade o cumprimento da lei, de forma diligente, regular e consistente, principalmente comportamentos perigosos em relação aos utilizadores vulneráveis: excessos de velocidade, incumprimento de regras de ultrapassagem (abrandamento da velocidade, ocupação da via adjacentes, no caso da ultrapassagem de ciclistas, e a distância mínima de 1,5 metros), o estacionamento ilegal sobre ciclovias e passeios".

A petição defende a revisão do Regulamento de Sinalização de Trânsito, "de forma a incluir sinalética específica para proteger peões e condutores de bicicleta e alertar para a necessidade de comportamentos mais responsáveis por parte de condutores de automóvel". Um exemplo seria a colocação de sinais de informação de presença de ciclistas, complementados com afixação de sinalética sobre a distância mínima de um metro e meio na ultrapassagem.

A iniciativa surgiu porque "Portugal continua a apresentar estatísticas vergonhosas no que respeita ao número de vítimas mortais e feridos graves", apesar das melhorias significativas na proteção aos utilizadores vulneráveis, conseguidas com a revisão do Código da Estrada, em 2014.

A petição foi uma iniciativa da Federação Portuguesa de Ciclismo, da Estrada Viva e da MUBi – Associação pela Mobilidade Urbana em Bicicleta.
2019-01-31 - 14:14:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Passeio Feminino
Ciclismo Vai Escola
SECT
Pista Aberta
Eventos
Guia Algarve
Rádio
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais