• O Projeto

O Projeto

Verifica-se uma tendência de incremento na utilização da bicicleta no âmbito do ciclismo de recreio e do turismo ativo. Por esse motivo,considera-se essencial a promoção de infraestruturas de apoio a esta prática, garantindo condições universais de segurança, conforto eexperiência adequadas às diferentes caraterísticas físicas e técnicas de cada ciclista. O desenvolvimento em Portugal de uma rede de Percursos Cicláveis e Centros “Cyclin’ Portugal”, devidamente homologados pela Federação Portuguesa de Ciclismo (FPC), contribuipara regulamentar e orientar a prática da modalidade na natureza e em áreas protegidas, seja em estrada ou fora de estrada.

Portugal apresenta excelentes condições naturais para a prática do ciclismo, a que acrescem serviços e acessibilidades de elevada qualidade, mas também uma enorme riqueza humana e patrimonial, garantindo uma atratividade ímpar para um número crescente depraticantes nacionais e estrangeiros, para quem a disponibilidade de infraestruturas adaptadas às suas necessidades, e percursos devidamente selecionados, mapeados e mantidos, são determinantes na escolha do destino.

O regulamento de homologação destas infraestruturas permite uniformizar a aplicação dos critérios de classificação e validação dos diferentes percursos, mas também garantir que os recursos disponíveis garantem todas as condições técnicas e logísticas para a práticado ciclismo, nas várias vertentes implementadas, assegurando a funcionalidade e manutenção dos serviços propostos, bem como o respeito por critérios de sustentabilidade na sua construção, seguindo os princípios básicos propostos pela International MountainBicycling Association (IMBA) para os percursos de BTT.

Desta forma, pretende-se apoiar a identificação, classificac?ão e promoc?ão, nos vários territórios e regiões do nosso país, de percursoscicláveis e servic?os que, através do turismo e integrados na fileira económica do ciclismo, possam vir a beneficiar da formac?ão ecapacitac?ão de agentes económicos públicos e privados locais.

Nestes termos a FPC, ao abrigo do artigo 2.º, 4º, 6º, 8º, 9º, 14º 15º e 31º da Lei de Bases do Desporto e do artigo 4º, 38º e 39º dos seusEstatutos, aprova o Regulamento de Homologação de Percursos Cicláveis e Centros “Cyclin’ Portugal”.

Requisitos básicos obrigatórios*

Edifício Receção
+
-
  • Sanitários
  • Balneários
  • Lavagem de bicicletas
  • Oficina Self-service
Rede de Percursos Cross Country (XC)
+
-
  • Mínimo de 100 Kms de percursos sinalizados
  • Mínimo de 6 percursos, 1 por cada grau de dificuldade.
  • Sinalização obrigatória de percursos verdes, azuis e vermelhos totalizando 100km de trilhos sinalizados.
  • Uso de sinalética homologada

*Artigo 5º do Regulamento de Homologação de Centros de Ciclismo/BTT..