Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Competição
Provas e Classificações 2019
Rankings 2019
Informação
Notícias
Arquivo de Notícias
Atleta
Equipas
Currículo do Atleta
Actas de Corrida
Loja Online
Loja Online
Visualizar
Album
Estrada - Arquivo Notícias
 
OFM-Quinta da Lixa vence contrarrelógio por equipas
Estrada
A OFM-Quinta da Lixa ganhou hoje a primeira edição da EDP Pro Cycling Maratona, um contrarrelógio coletivo de 37,095 quilómetros, que ligou a Câmara de Cascais ao Parque das Nações, Lisboa.

A corrida foi emocionante até ao último metro, com uma luta ao segundo entre as principais equipas. A OFM-Quinta da Lixa completou o percurso em 43m06s, à média de 51,640 km/h, que se revelaria o melhor registo da tarde. Na segunda posição, apenas a 3 segundos, colocou-se a a LA Alumínios-Antarte. Apesar de ter alinhado apenas com cinco homens e de ter visto um deles partir o extensor do guiador, a Seleção Nacional/Liberty Seguros conseguiu chegar ao pódio, a 4 segundos do bloco vencedor.

Mário Costa, irmão do campeão do mundo de estrada, Rui Costa, foi um dos seis corredores que compuseram a equipa triunfadora, tendo revelado que a vitória do familiar “deu uma motivação extra” para a EDP Pro Cycling Maratona.

“Alinhamos com cinco corredores, porque o Rafael Reis estava com febre e não pôde participar. Um dos cinco foi o Fábio Silvestre, que chegou esta noite da China. Já na fase final o Bruno Pires, que vinha a fazer uma excelente prova, partiu o extensor. Sem estes problemas poderíamos ter vencido”, disse o selecionador nacional, José Poeira, no final da prova em que dirigiu também Tiago Machado, André Cardoso e Frederico Figueiredo.

A primeira edição da EDP Pro Cycling Maratona foi um ensaio para aquilo que, já em 2014, será um evento internacional, inscrito na classe 1.1 da UCI. Nessa altura será disputado um contrarrelógio individual e não coletivo, sendo intenção da organização contar com alguns dos melhores especialistas mundiais na luta contra o cronómetro.

Se esta tarde foram os corredores profissionais a dar cartas entre Cascais e Lisboa, durante a manhã largas centenas de amadores pedalaram entre a linha e a capital, numa grande festa velocipédica, que antecedeu um domingo de atletismo.

Classificação completa: Clique Aqui
2013-10-05
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Eventos
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais