Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Competição
Provas e Classificações 2019
Rankings 2019
Informação
Notícias
Arquivo de Notícias
Atleta
Equipas
Currículo do Atleta
Actas de Corrida
Loja Online
Loja Online
Visualizar
Album
Estrada - Arquivo Notícias
 
Portugal compete com nove corredores no Mundial de Florença
Estrada
O selecionador nacional de estrada, José Poeira, já escolheu os corredores que vão representar Portugal no Campeonato do Mundo, que vai realizar-se em Florença, Itália, entre os dias 23 e 29 de setembro.

Com quotas limitadas para as provas de fundo de elite e de sub-23, o técnico nacional optou convocar corredores destas categorias apenas para as provas de contrarrelógio, de modo a dar mais oportunidades a ciclistas com provas dadas na luta contra o tempo. Assim, o elite Nelson Oliveira (RadioShack-Leopard) e o sub-23 Rafael Reis (Ceramica Flaminia-Fondriest) vão correr apenas o contrarrelógio, nos dias 25 e 23, respetivamente.

A equipa portuguesa de elite que vai competir na prova de fundo, dia 29, será formada por Rui Costa (Movistar), André Cardoso (Caja Rural-Seguros RGA) e Tiago Machado (RadioShack-Leopard), com este a juntar-se ao colega de equipa Nelson Oliveira no contrarrelógio. Na prova de fundo de sub-23, no dia 27, Portugal apenas poderá alinhar com um corredor, tendo a escolha recaído no vencedor da Taça de Portugal O Jogo desta categoria etária, Frederico Figueiredo (Liberty Seguros/Feira/KTM).

A Seleção Nacional/Liberty Seguros de juniores será composta por David Ribeiro (Liberty Seguros/Feira/KTM), César Martingil (CC José Maria Nicolau) e Gaspar Gonçalves (Anicolor). O trio disputa a prova de fundo, no dia 28, cabendo a Martingil e a Gonçalves a representação luso no contrarrelógio do dia 24.

As provas de contrarrelógio serão disputadas em traçados praticamente planos, ao passo que o circuito das provas de fundo inclui duas subidas de grande exigência. Uma delas com 4,37 quilómetros de extensão (inclinação média de 5,2 por cento e inclinação máxima de 9 por cento) e outra mais curta, apenas 600 metros, mas com rampas que chegam aos 16 por cento, numa pendente média de 10,2 por cento. Os corredores de elite terão de ultrapassar estas dificuldades dez vezes, os sub-23 sete e os juniores cinco.

Provas com participação de Portugueses
23 de setembro, 13h00: Contrarrelógio para sub-23, 43,5 km
24 de setembro, 9h00: Contrarrelógio para juniores, 22,1 km
25 de setembro, 12h15: Contrarrelógio para elite, 57,9 km
27 de setembro, 12h00: Prova de fundo para sub-23, 173,2 km
28 de setembro, 7h30: Prova de fundo para juniores, 140 km
29 de setembro, 9h00: Prova de fundo para elite, 272,2 km
2013-09-17
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Eventos
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais