Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Competição
Provas e Classificações 2019
Rankings 2019
Informação
Notícias
Arquivo de Notícias
Atleta
Equipas
Currículo do Atleta
Actas de Corrida
Loja Online
Loja Online
Visualizar
Album
Estrada - Arquivo Notícias
 
Tiago Machado de amarelo nas Astúrias
Estrada
O português Tiago Machado (Madeinox-Boavista) lidera a Volta às Astúrias, quando a prova internacional espanhola está sensivelmente a meio. A liderança de Machado começou a ser construída na primeira etapa, quando o famalicense entrou na fuga certa e foi o principal impulsionador da escapada, trabalhando com afinco de modo a cortar a meta com uma vantagem de 3m15s sobre o pelotão.

Apesar de todo esse trabalho, Tiago Machado não vestiu logo de amarelo, pois foi o neozelandês Glenn Chadwick (Rock Racing) que ganhou a tirada inaugural. No segundo dia, o ciclista português resisitiu aos ataques de toda a concorrência numa difícil subida a menos de 15 quilómetros da chegada e chegou ao fim como novo líder da competição. Na escalada destacaram-se Oscar Sevilla (Rock Racing) - que viria a vencer a etapa -, o campeão olímpico Samuel Sánchez (Euskaltel-Euskadi), Freddy Montana (Boyaca es para Vivirla) e Héctor Guerra (Liberty Seguros). Machado perdeu 25 segundos para estes homens, mas ganhou 20 segundos a Chadwick, passando para o comando.

Já esta manhã realizou-se o primeiro sector da terceira etapa, que terminou ao sprint, com vitória do esloveno Grega Bole (Amica Chips-Knauf). Os principais candidatos chegaram com o mesmo tempo, integrados no pelotão. Esta tarde disputa-se um contra-relógio de 14,2 quilómetros que ajudará a definir a corrida. Tiago Machado dispõe de 20 segundos de vantagem sobre Glenn Chadwick, 2m40s sobre Oscar Sevilla, 2m44s em relação a Samuel Sánchez e 2m46s sobre Héctor Guerra.

O contra-relógio desta tarde e a etapa de amanhã, esta com final no alto de Acebo, serão determinantes para ver se Tiago Machado consegue manter a diferença e sagrar-se vencedor da Volta às Astúrias, feito que seria conseguido pela primeira vez por um ciclista nacional. Entre os adversários mais perigosos estão elementos da outra equipa portuguesa em prova, a Liberty Seguros, que conta com Héctor Guerra e com Nuno Ribeiro em boas condições para atacarem a liderança do boavisteiro.
2009-04-30
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais