Facebook Youtube IPDJ Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento UCI UEC Jogos Santa Casa
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Filiações 2019
Área do Utilizador
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Gustavo César Veloso veste-se de amarelo no Turcifal
Estrada
O galego Gustavo César Veloso (W52-FC Porto) quebrou hoje a “malapata” do Turcifal, vencendo nesta vila do concelho de Torres Vedras o prólogo do Troféu Joaquim Agostinho, depois de ali já ter sido três vezes segundo classificado em edições anteriores da corrida.


O prólogo de 8 quilómetros foi mais rápido do que nos quatro últimos anos, o que aconteceu devido ao vento favorável em parte do percurso. Para se perceber a diferença, podemos adiantar que Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano) foi hoje o 24.º classificado, com 10m54s, registo que, há um ano, no mesmo traçado, ter-lhe-ia valido a décima posição.

Gustavo César Veloso foi quem melhor aproveitou as condições do final de tarde desta quinta-feira, terminando com 10m20s e mostrando que ainda pode ter um papel de liderança a desempenhar no coletivo da W52-FC Porto. O galego foi acompanhado no pódio pelo companheiro de equipa Samuel Caldeira, que gastou mais 5 segundos, e pelo búlgaro Nikolay Mihaylov (Efapel), que ficou a 11 segundos da camisola amarela.

“Já tinha sido aqui segundo classificado três vezes, parece que os prólogos me resistiam e não me deixavam vencê-los. Além disso, o início desta época foi difícil para mim, o que aumenta a minha felicidade. Só fico um pouco triste porque fui eu que tirei a vitória ao Samuel Caldeira. Hoje o vento estava favorável numa parte rápida, o que explica a maior velocidade”, afirmou o vencedor do dia.

O prólogo de hoje faz adivinhar um despique intenso entre a W52-FC Porto e a Efapel pela classificação geral, únicas equipas com ciclistas no top 7. Os portistas colocaram quatro homens nos sete primeiros, três dos quais com potencial para conquistar a classificação geral, Gustavo César Veloso, primeiro, Ricardo Mestre, quinto, e Edgar Pinto, sétimo. A equipa de Ovar ocupou três posições no top 6: Nikolay Mihaylov, segundo, Sérgio Paulinho, terceiro, e Henrique Casimiro, sexto.

“Saí para fazer o melhor prólogo possível, com as referências do Caldeira, que me ajudaram muito. Agora estou de amarelo, mas ainda há mais três etapas. São equipas de seis, o que dificulta o controlo da corrida, e os rivais também têm força e merecem o máximo de respeito”, explica Gustavo César Veloso.

A W52-FC Porto está no topo da geral por equipas, com 21 segundos de vantagem sobre a Efapel. O holandês Mario Doets (Alecto Cyclingteam) é o melhor jovem.

A primeira etapa em linha corre-se nesta sexta-feira, ligando a Adega Cooperativa de S. Mamede da Ventosa (12h40) a Sobral de Monte Agraço (16h20). Em teoria é uma jornada para sprinters, mas o terreno sempre ondulado da região pode provocar surpresas.

Classificações completas: Clique Aqui
2019-07-11 - 20:20:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Assembleia Geral
Documentos 2 novembro 2019
120 Anos FPC
Ciclismo Vai Escola
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais