IPDJ Comité Olímpico UCI Comité Paralímpico Confederação do Desporto Centro de Alto Rendimento UEC Facebook Youtube Fundação do Desporto Jogos Santa Casa Liberty Seguros
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2018
Filiações Competição
Filiação Competição 2018
Filiações Comissário
Renovação
Filiações Outros Ag.
Nova Filiação
Renovação
Área do Utilizador
Atletas
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2018
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Iuri ganha ao sprint na consagração de Venceslau
Estrada
Iuri Leitão (Sicasal/Constantinos/Delta Cafés) venceu hoje a quinta e última etapa da Volta a Portugal do Futuro Liberty Seguros, competição conquistada por Venceslau Fernandes (Liberty Seguros-Carglass).

As derradeiras pedaladas aconteceram em Santarém, local de partida e chegada para os 118,3 quilómetros finais. Os corredores pareceram ter pressa que acabar com a prova, pedalando a alta velocidade para cumprir a tirada ao fim de 2h49m36s, à média de 41,851 km/h.

O guião previamente antecipado acabaria por cumprir-se, não existindo qualquer mudança significativa na classificação geral e proporcionando-se uma chegada ao sprint. Iuri Leitão foi o mais veloz, relegando Francisco Campos (Miranda-Mortágua) para o segundo lugar e José Martínez (Baqué/Ideus/BH Team) para o terceiro posto.

Venceslau Fernandes chegou integrado no pelotão e sagrou-se vencedor da 26.ª Volta a Portugal do Futuro, 34 anos depois de o pai ter conquistado a Volta a Portugal de elite. Tiago Antunes (Aldro Team) foi o segundo classificado, a 21 segundos e Hugo Nunes (Miranda-Motágua) fechou o pódio, a 33 segundos.

O vencedor da geral também foi coroado rei dos trepadores, distinção ajustada, pois foi na montanha mais dura da corrida, no alto do Colcurinho, que Venceslau Fernandes mostrou que era o mais forte, na sequência de uma fuga bem sucedida. Francisco Campos, vencedor de duas etapas, conquistou a camisola dos pontos. O melhor jovem foi Ander del Castaño (Froiz). A Aldro Team impôs-se por equipas.

Classificação Completa: Clique Aqui
2018-09-09 - 18:18:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Ciclismo Vai Escola
Assembleia Geral
Documentos Novembro 2018
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais