IPDJ Comité Olímpico UCI Comité Paralímpico Confederação do Desporto Centro de Alto Rendimento UEC Facebook Youtube Fundação do Desporto Jogos Santa Casa Liberty Seguros
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2018
Filiações Competição
Filiação Competição 2018
Filiações Comissário
Renovação
Filiações Outros Ag.
Nova Filiação
Renovação
Área do Utilizador
Atletas
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2018
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Loja Online
Loja Online
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Santa Luzia protege sprinter Enrique Sanz
Estrada
O navarro Enrique Sanz (Euskadi Basque Country-Murias) impôs-se hoje na sétima etapa da Volta a Portugal Santander, uma viagem de 165,5 quilómetros, entre Montalegre e o alto de Santa Luzia, Viana do Castelo. Raúl Alarcón (W52-FC Porto) viveu mais uma jornada tranquila no topo da geral individual.

Numa tirada percorrida a alta velocidade, a subida de três quilómetros em Viana do Castelo não foi palco de qualquer ataque entre os homens que aspiram ao triunfo na Volta, apesar de ter chegado a rodar na frente de corrida um grupo de 23 corredores, no qual Raúl Alarcón só dispunha de um colega, Ricardo Mestre, perante a superioridade numérica dos rivais.

Desse grupo destacaram-se Bruno Silva (Efapel), David Rodrigues (Rádio Popular-Boavista), João Matias (Vito-Feirense-BlackJack) e Danilo Celano (Caja Rural-Seguros RGA). O quarteto ainda sonhou poder discutir a etapa, mas o pelotão acelerou e “matou” a fuga antes da subida de três quilómetros para a meta.

Nas rampas de Santa Luzia a W52-FC Porto contou com o esforço da Ricardo Mestre e de João Rodrigues para colocar um ritmo vivo, que inibou movimentações contrárias aos interesses da equipa.

Entre o grupo de 16 corredores que chegou na frente à meta, assistiu-se um mano a mano de sprinters. Enrique Sanz, bem colocado nas últimas centenas de metros, arrancou no momento certo e venceu folgadamente. Daniel Mestre (Efapel) partiu muito de trás, fez uma progressão rápida, mas não foi além do segundo lugar. O terceiro foi o camisola amarela, Raúl Alarcón.

Nada mudou na geral. Raúl Alarcón continua a dominar, seguido por Joni Brandão (Sporting-Tavira), a 52 segundos, e por Vicente García de Mateos (Aviludo-Louletano-Uli), a 1m41s. Alarcón é também o primeiro na classificação da montanha, García de Mateos veste a camisola dos pontos e Xuban Errazkin (Vito-Feirense-BlackJack) é o melhor jovem. O Sporting-Tavira comanda por equipas.

A oitava etapa, marcada para esta sexta-feira, começa em Barcelos e termina em Braga, depois de percorridos 147,6 quilómetros. Nas últimas ocasiões em que a Volta chegou a Braga, com um circuito final semelhante ao deste ano, proporcionaram-se oportunidades para os velocistas. Mas não é certo que o cenário se repita. As duas subidas ao Sameiro, a última a 8,4 quilómetros da meta, podem ser palco para ataques dos candidatos à camisola amarela.

Classificação Completa: Clique Aqui
2018-08-09 - 17:17:00
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais