UCI UEC Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto IPDJ Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento Plano Nacional de Ética no Desporto
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2017
Filiações Competição
Filiação Competição 2017
Filiações Comissário
Renovação
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2017
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Loja Online
Loja Online
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Seleção definida para o Mundial de estrada
Equipa Portugal
O selecionador nacional de estrada, José Poeira, já escolheu os corredores que vão representar a Equipa Portugal no Campeonato do Mundo, que decorre em Bergen, Noruega, de 17 a 24 de setembro.

O ritmo competitivo, a capacidade de adaptação a provas extensas e a experiência no pelotão internacional foram os principais critérios para a escolha dos seis corredores que vestirão as cores nacionais na prova de fundo para elite, no dia 24 de setembro. Os convocados são José Gonçalves (Team Katusha Alpecin), Nelson Oliveira (Movistar Team), Ricardo Vilela (Manzana Postobón), Rúben Guerreiro (Trek-Segafredo), Rui Costa (UAE Team Emirates) e Tiago Machado (Team Katusha Alpecin). Nelson Oliveira e Rui Costa também competem no contrarrelógio individual, no dia 20 de setembro.

A corrida de fundo, que encerra o programa do Campeonato do Mundo, terá 276,5 quilómetros. O tiro inicial será dado em Rong, a partir de onde os corredores farão 40 quilómetros planos até Bergen, onde cumprirão 12 voltas ao circuito de 19,1 quilómetros. O circuito é essencialmente plano, embora com alguns topos. A principal dificuldade, que terá de ser ultrapassada 12 vezes, é a subida de Salmon Hill, uma escalada com 1,5 quilómetros de extensão e uma inclinação média de 6,4 por cento. Este topo está colocado entre o quilómetro 6 e o quilómetro 7,5 do circuito.

“Vai ser a eterna luta entre as seleções que pretendem endurecer a corrida para descartar os sprinters e aquelas às quais interessa um ritmo moderado para que os homens mais rápidos possam estar na discussão da corrida. As dez seleções com nove elementos terão maior responsabilidade de gerir a corrida. Pela nossa parte estaremos concentrados em manter todas as opções em aberto até final. Quando os percursos não são declaradamente para velocistas temos sempre a ambição de bater-nos para um lugar nos dez primeiros e, desta vez, não será exceção”, avança José Poeira.

O contrarrelógio de elite tem duas particularidades: é mais curto do que o habitual em Campeonatos do Mundo, com apenas 31 quilómetros, e termina numa subida difícil. A meta está instalada no monte Floyen, uma escalada com 3,4 quilómetros e uma inclinação média de 9,1 por cento. Cerca de um terço da subida tem rampas constantes acima dos 10 por cento de pendente.

“É um contrarrelógio que, em teoria, favorece mais os nossos corredores do que um longo exercício totalmente plano. No entanto, por ser diferente de tudo aquilo a que estamos habituados será uma incógnita, obrigando a analisar bem o terreno para uma correta escolha de andamentos e para decidirmos uma eventual troca de bicicleta no início da subida final”, revela o selecionador nacional.

A Equipa Portugal também estará presente no contrarrelógio e na prova de fundo para sub-23. O quarteto selecionado nesta categoria é composto por André Carvalho (Cipollini Iseo Serrature Rime), Francisco Campos (Miranda/Mortágua), Ivo Oliveira (Axeon Hagens Berman) e José Neves (Liberty Seguros/Carglass). Todos disputam os 191 quilómetros da prova de fundo, no dia 22. Ivo Oliveira compete nos 37,2 quilómetros de contrarrelógio individual, que não inclui a subida que marca o “crono” de elite, no dia 18.

Os juniores apenas competem nas provas de fundo. No setor masculino, cuja prova terá 135,5 quilómetros e será disputada no dia 23, estão convocados Afonso Silva (Sporting/Tavira/Formação Eng. Birto da Mana), Pedro José Lopes (Alcobaça CC/Crédito Agrícola) e Pedro Miguel Lopes (Seissa/KTM Bikeseven/Matias & Araújo/Frulact). Maria Marins (Bairrada) será a representante lusa na prova de fundo para juniores femininas, 76,4 quilómetros a percorrer no dia 22.

Provas com participação da Equipa Portugal
18 de setembro, 12h05: Contrarrelógio Individual Sub-23, 37,2 km
20 de setembro, 12h05: Contrarrelógio Individual Elite, 31 km
22 de setembro, 9h05: Prova de Fundo Juniores Femininas, 76,4 km
22 de setembro, 12h15: Prova de Fundo Sub-23, 191 km
23 de setembro, Prova de Fundo Juniores, 135,5 km
24 de setembro, 9h05: Prova de Fundo Elite, 276,5 km

Hora de Portugal Continental
2017-09-11 - 15:04:21
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
FACEBOOK
Assembleia Geral
Documentos 4 novembro 2017
Jornal
Edição Outubro 2015
Edição Fevereiro 2016
Edição Fevereiro 2017
Inscrições Online
Pista Aberta 2018
Pista Aberta 2018
Pista Aberta 2018
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais