UCI UEC Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto IPDJ Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento Plano Nacional de Ética no Desporto
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2017
Filiações Competição
Filiação Competição 2017
Filiações Comissário
Renovação
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2017
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Loja Online
Loja Online
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
António Barbio fugiu para a vitória
Estrada
O português António Barbio (Efapel) ganhou hoje a sétima etapa da Volta a Portugal Santander Totta, completando em solitário os 161,9 quilómetros que ligaram Lousada à Nossa Senhora da Assunção, Santo Tirso. O espanhol Raúl Alarcón (W52-FC Porto) conservou o comando da geral individual.

António Barbio foi um dos 14 corredores que escapou ao pelotão com 7 quilómetros percorridos. O pelotão consentiu que a fuga ganhasse vantagem suficiente para discutir a etapa, mas o grupo de escapados desentendeu-se.

A cerca de 20 quilómetros do final, António Barbio cansou-se do jogo do gato e do rato entre os fugitivos e partiu em solitário para não mais ser alcançado. Os restantes fugitivos foram absorvidos.

O dia foi de relativo descanso para os candidatos ao pódio, que guardaram energias para as últimas centenas de metros. Foi aí que se moveram. Gustavo César Veloso (W52-FC Porto) voltou a mostrar que quer aproximar-se da liderança do colega de equipa Raúl Alarcón, conseguindo o segundo lugar e os respetivos 6 segundos de bonificação. O terceiro foi Vicente García de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé), que aproveitou para conquistar 4 segundos de bonificação. Rinaldo Nocentini (Sporting-Tavira) e Raú Alarcón cortaram a meta na roda de Veloso e de García de Mateos, a 1m07s do vencedor do dia.

Na geral, Raúl Alarcón segue na dianteira. Rinaldo Nocentini está a 24 segundos. O terceiro, a 30 segundos, passou a ser Vicente García de Mateos. Gustavo César Veloso está em quarto, a 33 segundos, e Amaro Antunes (W52-FC Porto) baixou ao quinto posto, a 34. São estes os cinco homens com sérias aspirações à camisola amarela.

Nas restantes classificações também se mantêm as lideranças, a W52-FC Porto na tabela por equipas, Vicente García de Mateos nos pontos, João Matias (LA Alumínios-Metalusa BlakcJack), um dos fugitivos do dia, na montanha, e Krists Neilands (Israel Cycling Academy) na juventude.

A oitava e penúltima etapa da prova corre-se neste domingo, ligando Gondomar a Oliveira de Azeméis, ao longo de 159,8 quilómetros. A reta da meta, na tradicional rampa oliveirense, poderá provocar alguns "cortes" entre os primeiros. Mas prevê-se que a tirada seja, sobretudo, animada por aqueles que pretendem disputar a classificação da montanha, uma vez que a viagem contempla três subidas pontuáveis.

Classificação Completa: Clique Aqui
2017-08-12 - 18:18:30
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
FACEBOOK
Jornadas
Inscrições Online
Jornal
Edição Outubro 2015
Edição Fevereiro 2016
Edição Fevereiro 2017
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais