UCI UEC Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto IPDJ Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento Plano Nacional de Ética no Desporto
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2017
Filiações Competição
Filiação Competição 2017
Filiações Comissário
Renovação
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2017
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Loja Online
Loja Online
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Alaphilippe ganha etapa e Alarcón vai de amarelo para a Senhora da Graça
Estrada
O francês Bryan Alaphilippe (Armée de Terre) venceu hoje ao sprint a terceira etapa da Volta a Portugal Santander Totta, uma tirada de 162,7 quilómetros, entre Figueira de Castelo Rodrigo e Bragança. O espanhol Raúl Alarcón segue no comando da geral individual e vai com a camisola amarela no corpo para a etapa de terça-feira, 152,7 quilómetros, entre Macedo de Cavaleiros e a Senhora da Graça, em Mondim de Basto.

A viagem desta segunda-feira foi animada por diversas tentativas de fuga, mas nenhuma resultou e acabou por decidir-se ao sprint. A Armée de Terre assumiu as despesas de lançamento do sprint, mas um ataque de João Benta (RP-Boavista), nas últimas centenas de metros, teve resposta imediata de Raúl Alarcón, desorganizando a luta entre velocistas.

Bryan Alaphilippe não perdeu a compostura, conseguiu responder a estas movimentações e deu brilho ao trabalho dos camaradas da Armée de Terre, triunfando inequivocamente em terras brigantinas. O segundo classificado foi o campeão nacional da Letónia, Krists Neilands (Israel Cycling Academy). O melhor português foi Daniel Mestre (Efapel), na terceira posição.

Raúl Alarcón continua a mostrar-se forte, terminou a tirada no nono lugar e mantém-se no topo da geral individual. Tem 6 segundos de vantagem sobre Alejandro Marque (Sporting-Tavira) e 12 relativamente a Domingos Gonçalves (RP-Boavista), que hoje encurtou distâncias, bonificando numa meta volante.

Raúl Alarcón é também o primeiro na classificação por pontos, João Matias (LA Alumínios-Metalusa BlackJack) veste a camisola dos trepadores e Óscar Rodríguez (Euskadi Basque Country-Murias) é o melhor jovem. A W52-FC Porto encabeça a tabela coletiva.

A etapa desta terça-feira vai levar o pelotão de Macedo de Cavaleiros até ao alto da Senhora da Graça. A meta coincide com uma contagem de montanha de primeira categoria, mas o itinerário inclui mais duas subidas pontuáveis para a classificação da montanha, a subida do Pópulo (3.ª categoria, ao quilómetro 64,3) e a escalada do Velão (2.ª categoris, quilómetro 114,3).

As equipas que pretendem desalojar Raúl Alarcón do comando têm a obrigação de atacar nesta quarta etapa, mas o poderio exibido pela W52-FC Porto nos primeiros dias pode deixar os rivais na dúvida sobre a capacidade para dar a volta à classificação.

Classificação Completa: Clique Aqui
2017-08-07 - 19:29:24
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
FACEBOOK
Jornadas
Inscrições Online
Jornal
Edição Outubro 2015
Edição Fevereiro 2016
Edição Fevereiro 2017
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais