UCI UEC Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto IPDJ Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento Plano Nacional de Ética no Desporto
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2017
Filiações Competição
Filiação Competição 2017
Filiações Comissário
Renovação
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2017
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Loja Online
Loja Online
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Gonçalo Carvalho é o melhor luso na Ronde de l’Isard
Equipa Portugal
O português Gonçalo Carvalho, 22.º classificado, foi hoje o melhor elemento da Equipa Portugal na segunda etapa da Ronde de l’Isard, uma ligação de 146 quilómetros, entre Salies de Salat e Hospice de France, ganha pelo russo Pavel Sivakov (BMC Development Team).

Depois de a etapa de ontem ter sido cancelada, devido ao mau tempo e a falta de condições de segurança, foi a tirada de hoje a determinar o primeiro alinhamento classificativo. Por isso, foi muito disputada, com um grupo de nove corredores, entre os quais alguns favoritos, a fugir ao pelotão na primeira metade da viagem, chegando ao sopé da subida de primeira categoria onde finalizou a jornada com cerca de dois minutos sobre o pelotão.

Pavel Sivakov desembaraçou-se dos colegas de fuga e ganhou isolado, com 1m18s de vantagem sobre o belga Bjorg Lambrecht (Lotto Soudal U23), vencedor da edição transata da corrida. O terceiro foi outro belga, Steff Cras (BMC Development Team), a 1m25s.

Gonçalo Carvalho foi o português que melhor resistiu às dificuldades, aos rivais e às adversidades, terminando a etapa na 22.ª posição, a 3m08s. Tiago Antunes foi 36.º, a 3m22s. Gaspar Gonçalves cruzou a linha no 37.º lugar, a 3m52s. Venceslau Fernandes foi 41.º, a 4m19s. André Carvalho furou no início da escalada final, foi recuperando posições ao longo da subida, mas não conseguiu melhor do que o 61.º lugar, a 6m52s, comprometendo as aspirações de bater-se pela geral. Hugo Nunes fechou a representação nacional, no 68.º posto, a 7m31s.

Como esta foi a primeira etapa contabilizada, os resultados de hoje espelham a classificação geral. Gonçalo Carvalho é 22.º, a 3m19s, Tiago Antunes é 26.º, a 3m33s, Gaspar Gonçalves é 37.º, a 4m03s, Venceslau Fernandes é 41.º, a 4m30s, André Carvalho é 61.º, a 7m03s, e Hugo Nunes é 68.º, a 7m42s.

A terceira etapa da competição, a disputar neste sábado, vai levar a caravana de Quillan até Plateau de Beille, ao longo de 143,7 quilómetros, marcados pela alta montanha. A meta coincide com uma contagem de primeira categoria.

A subida de Plateau de Beille tem 15,9 quilómetros de extensão e uma inclinação média de 7,9 por cento. É uma dificuldade que os mais rápidos costumam ultrapassar em cerca de 45 minutos. Plateau de Beille já recebeu seis chegadas da Volta a França, coroando vencedores como Marco Pantani, Alberto Contador ou Joaquim Rodríguez.

A tirada contempla outas duas escaladas de primeira categoria, podendo considerar-se a etapa-rainha de uma competição para avaliar a qualidade dos trepadores do pelotão sub-23.
2017-05-19 - 18:00:59
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
FACEBOOK
Inscrições Online
Jornal
Edição Outubro 2015
Edição Fevereiro 2016
Edição Fevereiro 2017
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais