UCI UEC Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto IPDJ Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento Plano Nacional de Ética no Desporto
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2017
Filiações Competição
Filiação Competição 2017
Filiações Comissário
Renovação
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2017
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Centros BTT
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Loja Online
Loja Online
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Domínio repartido no encerramento
Pista
A seleção da Polónia foi a grande dominadora do Troféu Internacional Litério Marques, prova de classe 1 mundial que hoje terminou no Velódromo Nacional, em Sangalhos, Anadia, mas a hegemonia foi menos vincada no último dia de competição, que distribuiu louros por diferentes nações.

Os polacos venceram seis das onze competições de elite disputadas entre sexta-feira e hoje. Mas neste domingo apenas se impuseram em scratch, através de Daniel Staniszewski que se adiantou ao holandês Wim Stroetinga, segundo, e ao suíço Frank Pasche, terceiro.

Os espanhóis triunfaram nas duas provas de keirin. Entre os homens ganhou José Moreno (Louletano-Hospital de Loulé), seguido pelo escocês Jonathan Mitchell e pelo polaco Damian Zielinski. Helena Casas (GN6 Track Team) foi a mais veloz entre as mulheres, atirando a belga Nicky Degrendele para o segundo lugar e a francesa Melissandre Pain para a terceira posição.

A competição encerrou com a corrida americana para homens. Os suíços Frank Pasche e Loic Perizzolo ganharam, com 46 pontos, mais seis do que os franceses Corentin Ermenault e Morgan Kneisky e mais dezasseis do que os polacos Wojciech Pszczolarski e Daniel Staneszewski.

Se a Polónia foi a nação que mais se destacou em elite, os franceses foram claramente os mais fortes entre os juniores, no cômputo geral da competição e também na derradeira jornada. Os gauleses venceram três das quatro provas jovens deste domingo, conseguindo mesmo o pódio completo em perseguição individual, com vitória de Valentin Tabellion, segundo lugar de Remi Huens e terceiro posto de Florentin Lecamus.

Valentine Fortin foi a melhor júnior feminina em scratch e em perseguição individual. Nesta prova relegou a compatriota Clara Copponi para o segundo lugar e a portuguesa Soraia Silva (Bairrada) para a terceira posição. Em scratch os dois primeiros lugares tiveram a mesma distribuição, mas o terceiro posto foi para a polaca Wiktoria Pikulik.

O polaco Bartosz Rudyk impediu o pleno da seleção de França nas corridas de juniores de hoje, conquistando a prova de scratch. Os franceses Remi Huens e Valentin Tabellion, por esta ordem, completaram os lugares de honra.

Portugal terminou o Troféu Internacional Litério Marques com um total de oito medalhas, quatro das quais em elite e sub-23. São resultados de grande importância, pois contribuem para a subida do ciclismo de pista luso nos rankings internacionais, algo fundamental para ter acesso aos Mundiais.

Classificações completas: Clique Aqui
2016-12-18 - 15:22:04
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
FACEBOOK
Inscrições Online
Pedalar em Segurança
Jornal
Edição Outubro 2015
Edição Fevereiro 2016
Edição Fevereiro 2017
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais