UCI UEC Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto IPDJ Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento Plano Nacional de Ética no Desporto
Início UVP-FPC Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse CPT
Volta a Portugal
Concessão da Volta a Portugal 2018-2015
Filiações CPT
Filiação CPT 2017
Filiações Competição
Filiação Competição 2017
Filiações Comissário
Renovação
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2017
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Centros BTT
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Loja Online
Loja Online
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Sensações contraditórias na primeira etapa da Taça do Mundo
Pista
Ivo Oliveira representou a Seleção Nacional/Liberty Seguros na primeira etapa da Taça do Mundo de Pista, neste fim de semana, em Glasgow, Escócia, oferecendo um misto de sensações aos adeptos de ciclismo portugueses.

No sábado de manhã, o gaiense foi o terceiro classificado na corrida de scratch, uma prova de classe 1 internacional, não pontuável para a Taça do Mundo. Ivo Oliveira foi um dos três corredores que conseguiram ganhar uma volta de avanço ao pelotão, acabando no pódio, atrás do belga Robbe Ghys e do russo Maksim Piskunov, primeiro e segundo, respetivamente.

Ao início da noite de sábado, o corredor luso integrou o pelotão da corrida por pontos. Conseguiu pontuar em dois dos 12 sprints, acabando na 13.ª posição, com 5 pontos, os mesmos do 11.º. O australiano Cameron Meyer venceu, com 81 pontos.

Ivo Oliveira competiu também na manhã deste domingo, acabando desqualificado na prova de perseguição individual. O ciclista luso foi eliminado por pedalar demasiado perto da roda do corredor que o dobrou. Ivo Oliveira teve como adversário direto o polaco Daniel Staniszewski, que estabeleceu o melhor registo da fase de apuramento e que, na tarde deste domingo, vai lutar pela medalha de ouro perante o francês Sylvain Chavanel.

O tempo-canhão do polaco permitiu-lhe ultrapassar Ivo Oliveira a quatro voltas do final. Na última das 16 voltas, o ciclista nacional aproximou-se demasiado do adversário, o que lhe valeu a desqualificação.

“O Ivo esteve bem nas provas de sábado, mas no domingo de manhã cometeu um erro. Estava a fazer um tempo que lhe permitia cumprir o objetivo – ficar nos dez primeiros e pontuar para o ranking da Taça das Nações -, mas aproximou-se demasiado da roda do adversário. Fica uma lição para o futuro, que faz parte do processo de aprendizagem, mas que não poderá voltar a repetir-se”, afirma o selecionador nacional, Gabriel Mendes.

Na próxima semana, em Apeldoorn, Holanda, Ivo Oliveira regressa às pistas da Taça do Mundo. Vai defender as cores nacionais em scratch, no dia 11 de novembro, às 15h00, na corrida por pontos, dia 12, às 15h00, e em omnium, a partir das 10h30 de dia 13.
2016-11-06 - 12:54:42
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
FACEBOOK
Dia Intern. Mulher
Jornal
Inscrições Online
Departamento Médico
Estrutura
Artigos
Pista Aberta 2017
Pedalar em Segurança
Jornal
Edição Outubro 2015
Edição Fevereiro 2016
Edição Fevereiro 2017
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais