IPDJ Comité Olímpico UCI Comité Paralímpico Confederação do Desporto Centro de Alto Rendimento UEC Facebook Youtube Fundação do Desporto Jogos Santa Casa Liberty Seguros
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse Ciclismo para Todos
Ciclismo para Todos
Inscrições 2018
Filiações Competição
Filiação Competição 2018
Filiações Comissário
Renovação
Filiações Outros Ag.
Nova Filiação
Renovação
Área do Utilizador
Atletas
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2018
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Formação
Centros BTT
Documentação
Centros BTT
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Disciplina
Contactos
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Equipas profissionais e campeões do passado sobem a Glória
Ciclismo para Todos
A seis equipas continentais portuguesas também se associam ao entusiasmo em torno da Subida à Glória, participando com dois corredores cada uma na prova que vai realizar-se na noite de 17 de maio. O atual diretor da Volta a Portugal, Joaquim Gomes, e o embaixador da Liberty Seguros para o desporto, Cândido Barbosa, juntam-se ao presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, Delmino Pereira, e ao selecionador nacional de estrada, José Poeira, no lote dos antigos campeões que vão escalar a íngreme Calçada da Glória. O cantor Sérgio Rosado, dos Anjos, é outra estrela que vai desafiar a gravidade na noite de sexta-feira.

A Efapel-Glassdrive já anunciou que estará representada por César Fonte e por Rui Sousa. Pela parte da Rádio Popular-Onda está confirmado o neoprofissional Gonçalo Amado, aguardando-se ainda o nome dos restantes participantes profissionais, que terão também a concorrência de dois dos portugueses que competem por equipas continentais estrangeiras, Rafael Reis (Ceramica Flaminia-Fondriest) e Fábio Silvestre (Leopard-Trek).

Olhando à lista de inscritos, prevê-se que se cumpra o objetivo da Federação Portuguesa de Ciclismo de levar mais de 150 pessoas a escalarem a rampa do Ascensor da Glória, uma vez que há já mais de 100 ciclistas amadores inscritos, entre federados e não federados. Provando que o ciclismo é uma modalidade inclusiva, também são esperados os paraciclistas Telmo Pinão e Fábio Inácio, que não se deixam intimidar com os 265 metros com mais de 17 por cento de inclinação que irão encontrar na noite de sexta-feira.

Em 2013 assinala-se o centenário da primeira edição da Subida à Glória. O grande desafio aos participantes na corrida deste ano passa por tentar bater o recorde da escalada, 55’’400, estabelecido por Alfredo Piedade, em 1926. Quem conseguir a nova melhor marca terá direito a um prémio pecuniário de mil euros.

"Esperamos que a inovadora recuperação desta mítica prova centenária contribua positivamente para trazer mais ciclismo para junto das pessoas. Vamos oferecer um espetáculo emocionante à população de Lisboa e, em particular, a todos os amantes da bicicleta. Temos todos os elementos reunidos para que seja uma ‘corrida-festa’, e acredito que assistiremos à queda do recorde de 1926, que se aguentou até aos nossos dias”, diz Sandro Araújo, vice-presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo.

Além da corrida propriamente dita, porque se trata de uma festa e de uma noite de fim de semana em pleno Bairro Alto, não faltará animação paralela, com atuação de DJ e a projeção da corrida em ecrãs gigantes.
2013-05-13 - 10:46:24
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
Ciclismo Vai Escola
Assembleia Geral
Documentos Novembro 2018
Inscrições Online
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais