UCI UEC Comité Olímpico Comité Paralímpico Confederação do Desporto IPDJ Fundação do Desporto Centro de Alto Rendimento Plano Nacional de Ética no Desporto
Início UVP-FPC Equipa Portugal Estrada BTT BMX Pista Escolas Ciclocrosse CPT
Volta a Portugal
Concessão da Volta a Portugal 2018-2025
Filiações CPT
Filiação CPT 2017
Filiações Competição
Filiação Competição 2017
Filiações Comissário
Renovação
Parceiros Oficiais
Vantagens Filiados
Vantagens Filiados 2017
Calendários
Calendário Nacional FPC
Calendários Regionais
Seguros
Info. Desportiva
Documentos/Formulários
Formação
Centros BTT
Lojas Oficiais
Redes Sociais
Loja Online
Loja Online
Regulamentos
Gerais
Estrada
Pista
BTT
BMX
Ciclocrosse
Trial
Escolas de Ciclismo
Ciclismo para Todos
Antidopagem
Arbitragem
Contactos
UVP-FPC
Associações
Organizador Provas
Notícias
 
Edição do Centenário da Subida à Glória no dia 17 de maio
CPT
O Ascensor da Glória, Monumento Nacional, vai parar na noite de 17 de maio, deixando a estrada livre para a edição do Centenário da Subida à Glória, um evento que congrega a festa com a competição em bicicleta, e que serve também para mostrar que Lisboa é uma cidade ciclável, mesmo nos seus troços mais extremos, como é o caso da Calçada da Glória.

A prova será aberta a corredores federados, profissionais e amadores, mas também a filiados na vertente de ciclismo para todos e a populares não federados, que queiram desafiar-se e medir forças com os restantes competidores. Podem participar homens e mulheres com mais de 17 anos. As inscrições estarão limitadas a 150 participantes e serão abertas, nos próximos dias, no sítio oficial da Federação Portuguesa de Ciclismo na Internet (www.fpciclismo.pt).

A corrida inicia-se com uma subida em contrarrelógio individual, que permitirá apurar os melhores tempos, cujos detentores passarão às meias finais. As semifinais e a final disputar-se-ão em regime de eliminação, com dois concorrentes a correrem lado a lado.

Um dos maiores desafios da edição do Centenário da Subida à Glória passa pela tentativa de bater o recorde da escalada, que se mantém em posse de Alfredo Piedade, que, em 1926, conseguiu o tempo canhão de 55 segundos. Um prémio pecuniário de mil euros espera aquele ou aquela que consiga estabelecer um melhor registo.

A Subida à Glória teve a sua primeira edição oficial em 1913, tendo-se realizado, de forma intermitente ao longo dos anos.

A Calçada da Glória é uma rampa curta, com apenas 265 metros, mas muito íngreme, já que a inclinação média é de 17,7 por cento.

A competição será acompanhada por um programa de animação, que tem em conta o local da corrida, o eixo Restauradores – Bairro Alto, e o horário noturno em que vai realizar-se, entre as 21h00 e as 24h00. Por isso, a festa está garantida com atuação de um dj e com a projeção da prova em ecrã gigante.

A Subida à Glória tem como principais patrocinadores a Liberty Seguros e o Licor Beirão, e insere-se na programação da Conferência Internacional da História do Ciclismo, que decorre no Museu do Desporto, nos Restauradores, Lisboa, entre 15 e 17 de maio.
2013-05-01 - 01:12:56
Partilhar Facebook
« Voltar
 
 
FACEBOOK
Assembleia Geral
Documentos 25 março 2017
Inscrições Online
Pista Aberta 2017
Pedalar em Segurança
Jornal
Edição Outubro 2015
Edição Fevereiro 2016
Edição Fevereiro 2017
História do Ciclismo
História do Ciclismo
Marcos Históricos
Palmarés das Corridas Portuguesas
Volta a Portugal
PNED
Site desenvolvido por: Cyclop Net - Desenvolvimento de Sites Profissionais